Chronic Ashes - “Cursed Existence”(CD)(Belo Horizonte/MG)(Nacional - 2020)(Songs for Satan)


O quando o assunto é death metal, o que vem à sua cabeça? Pra quem conhece o estilo é um pouco complicado diante de tantas vertentes que estilo tem: tradicional, brutal, técnico, progressivo, melódico. Pois bem, quando o assunto é death metal o que vem à minha mente é exatamente o que os novatos do Chronic Ashes fazem no debut álbum intitulado “Cursed Existence”. Metal da morte conectado com a essência noventista mas sem perder a originalidade, coisa rara hoje em dia. Vocal podre, guitarras pesadas (ora rápida, ora arrastada), baixo intenso e bateria soando na medida certa, sem exageros. Eis a formula dessa maldição.

O início com “Where Is Your Savior” já chega martelando crânios. Destaco ainda a visceral “The Shadow of the Angel of Death”, a versátil “The Last Vision”, a magnífica “Cursed Existence” e a técnica e com belos arranjos “The River's Old Man”. Ressalvo que todo o disco foi muito bem pensado e arranjado, e aliado à boa produção, resultou num genuíno disco old school death metal, mas sem perder a essência própria. Mais um nome de peso que desde 2016 integra a lista podre do metal da morte.

Ainda faço um destaque especial à arte de capa que disparado é uma das melhores artes que já presenciei numa banda de metal extremo. Num meio onde normalmente se opta por seres abstratos (zumbis, demônios, espíritos diversos), os mineiros trouxeram uma imagem chocante e bem condizente com a realidade da humanidade, uma arte que causa asco em mentes delicadas por trazer a realidade à tona (e nada mais real do que como o mundo vive nessa ocasião em que a resenha é escrita, plena pandemia do Corona Vírus, a arte se encaixa perfeitamente esse momento). Não deixem de conferir.


Músicas:
1. Where Is Your Savior?  
2. The Shadow of the Angel of Death
3. The Wolf Hunt
4. The Last Vision 
5. Cursed Existence
6. Chronic Ashes  
7. Premature Autopsy 
8. Atheist Path 
9. The River's Old Man

Formação:
Morone Hiffer (bateria, backing vocals)
Anderson Sal (baixo)
Rodrigo Trajano (vocais, guitarras)

Acompanhe a Chronic Ashes através das redes:
E-mail: chronic.ashes666@gmail.com
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.