Oráculo: a sabedoria dos discípulos do metal


O que dizer de uma banda de Heavy Metal nascida em 1995 na considerada “Capital do Forró”, Fortaleza/CE, em pleno auge Grunge, Rock Pop e suas vertentes, quando muitos falavam no fim do Heavy Metal?

Com todos seus significados, o Oráculo veio para anunciar e provar que o Heavy Metal é eterno, contradizendo a declaração de muitos – ou menos informados – de que o Heavy Metal chegou ao seu fim. A banda mostra exatamente o oposto de tais afirmações.

O primeiro trabalho de estúdio chamado ‘Shadows’ foi lançado em maio de 1998 e contava com seis faixas. Em junho de 2000, o grupo participou da coletânea ‘Rock Soldiers Vol. 4’ que foi lançada no Rio Grande do Sul, mostrando um elenco variado da cena brasileira.

Passados dez anos de seu surgimento e com uma rotina já maturada por diversos shows, erros, acertos etc., em 2005 o Oráculo dá a cara a tapas e mostra que a veia “Old School” está cada vez mais presente em seus contextos, mostrando a moral de lançar um full-length excelente, que veio na forma de ‘Wisdom’ (Sabedoria), que imediatamente se tornou um clássico no cenário rockeiro local.

Uma das razões da “Sabedoria” neste álbum está presente na qualidade técnica e no muito bom gosto representado nas sete músicas que o compõem, tendo a primeira faixa intitulada ‘The Beginning’ (O Início), seguida pela música que dá nome à banda. ‘Lord of the Seas’ é um bom título para se lembrar da cidade do grupo, contornada por praias lindíssimas e, vencendo nossos inimigos com a espada de ouro – que também fala em sabedoria –, o supremo ‘Mercurius’ se encarrega de nos levar à ‘Pandora’, uma música sempre dedicada às mulheres presentes nos shows do Oráculo. O CD ainda imprime virtude encarnada nas notas de ‘Centauros War’ com a partida dos deuses em ‘And the Gods Left’. Sensacional! Adorei este álbum.

Passa-se mais tempo e a essência desabrocha com mais um full-length, em Julho de 2019. Uma obra de arte composta por nove canções que recebeu o nome de ‘Disciples of Metal’, que pode ser visto até como um anagrama ao traduzirmos seus títulos: “Voltando no Tempo” com “Sons da Vida”, os “Discípulos do Metal” em sua “Estranha Redenção”, “Escapa para a Realidade” com seus “Segredos”, e a “Casa da Desgraça” com “Tantas Armas” eleva “Os Pensamentos do Rei”. Uma crônica perfeita para um álbum conceitual, porém, apesar da breve narração gerada por este humilde redator apaixonado por poema, suas músicas possuem temas independentes.

Este é mais um CD de cabeceira para se ouvir em qualquer lugar. Enlouquecedor, envolvente e impossível de tirá-lo da gaveta sem ouvi-lo diversas vezes. Destaque máximo à ‘House of Doom’, ‘Come Back in Time’ e à faixa título que ganhou videoclipe oficial.

Oráculo, muitíssimo obrigado por criar músicas fantásticas para todos os amantes do verdadeiro Heavy Metal que, assim como eu, amo de paixão. Confesso, me rendo a este belíssimo trabalho que, com muito orgulho e prazer, ouvirei muitas e muitas incansáveis vezes.


Confira o lançamento ‘Disciples of Metal’ pelo straming:
Spotify: https://open.spotify.com/album/5xMNC3eGAOTxENNhdSy0FM
Deezer: https://www.deezer.com/br/album/110494722
Apple Music: https://music.apple.com/br/album/disciples-of-metal/1479536948

Oráculo é formado por:
Robson Alves (vocal)
Paulo Henrique (guitarras)
Renan Ferreira (guitarras)
Vicente Wilson (baixo)
Sula Cavalcante (bateria)

Siga a banda pelas redes sociais:
Facebook: https://www.facebook.com/oraculometal/
Instagram: @oraculoheavy

Assessoria de Imprensa:
facebook.com/braunamusicpress
instagram.com/bmusicpress
twitter.com/BMP_Assessoria

Fonte: Brauna Music Press
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.