Scalped: banda anuncia título e capa de seu novo álbum


A banda mineira de death metal Scalped, anuncia o título e apresenta a capa de seu novo álbum. “Manufactured Existence Obsolescence” é um trabalho que tratará sobre a falsa ilusão de liberdade da qual a ‘sociedade’ vive em meio a uma dominação de grandes corporações e governos dominantes. O disco será lançado via Songs For Satan.

A vida se tornou a moeda de troca mais abusada, explorada e descartável. O que foi feito ao meio ambiente e aos animais não é nem uma partícula do plano maquiavélico e voraz que nos espera. As pessoas acham que quem está adoecendo o planeta não liga para o futuro, para o que restará para a humanidade, e o mundo que deixará para seus filhos. Mas a verdade é que nós rumamos calmamente para a maior extinção em massa que se tem conhecimento. Os recursos serão mais que suficientes, quando o objetivo for conquistado. Nossa sociedade possui lideranças além de democracias, ditaduras e monarquias. O voto e vontade da maioria não passam de mera ilusão!

Vivemos em propinocracia global

Onde um organograma que nos guia desde a concepção até o túmulo numa matrix, tudo é monitorado, nada é descontrole. Pensamos ter liberdade de escolhas, acreditamos estarmos vendo conflitos sem solução. Mas tudo não passa da mais bela e arquitetada fraude!

Onde nos enclausuramos em prazeres banais, cada vez mais lobotomicos. A lavagem cerebral acontece de forma harmoniosa, onde tudo se transforma em conformidade, distúrbios psicológicos, suicídios, obesidade, comida envenenada, drogas, vícios cibernéticos, sintetizando uma nova eugenia auto exterminadora, enquanto nós nos transformamos em energia para concretizar a vontade decretada pelos mestres da humanidade. Somos apenas o hospedeiro de um poder invisível”. Explica, o vocalista Fernando Campos.

O álbum sucede, o antecessor “Synchronicity of Autophagic Hedonism” de 2017, que consagrou a visceralidade da banda e com a enorme repercussão em nível nacional, o Scalped passou por palcos de toda a região sudeste, além de dividir palco com nomes importantes do underground nacional (Ratos de Porão, Rebaelliun, Krisiun, dentre outros) e internacional (Pestilence, Vital Remains, Carnation). O que também lhes rendeu um ótimo contrato com um dos selos mais atuantes e conceituados do underground nacional, a Songs For Satan.

Em “Manufactured Existence Obsolescence” o grupo vai apresentar 10 faixas conceituais, demonstrando toda sua brutalidade como já de costume, trazendo o caos à terra com muito ódio e técnica. O projeto de arte gráfico da capa do disco ficou a cargo do artista Pablo MP da “PMP art work prodution”. Em breve serão disponibilizado mais detalhes sobre o lançamento!

Formação:
Fernando Campos (vocais)
Thiago Macedo (guitarra)
Bruno Mota (baixo)
Marcelo Aufrene (bateria)

Site Relacionado

Assessoria de Imprensa
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.