Coletivo L.I.V.R.E apresenta projeto “Preto no Metal”


Mas afinal, o que é o Projeto Preto no Metal?
O Projeto Preto no Metal será uma reunião de fotografias de músicos negros atuantes no cenário Heavy Metal no Rio Grande do Sul, que resultará em uma exposição de Artes Visuais e um documentário, retratando a realidade destes artistas em um contexto de ainda pouca apropriação étnica versus estilo musical.

Preto no Metal: uma retrospectiva de pouca representatividade
Historicamente, a música “pesada”, nesse projeto representada pelo estilo Heavy Metal, contou com poucos nomes de personalidades negras, tanto no Brasil quanto internacionalmente. Na região Sul do Brasil, essa representatividade é ainda menor, por ser uma região de colonização predominantemente européia.

O objetivo principal do projeto é proporcionar ao negro uma forma de ter voz ativa no Heavy Metal e, assim, fomentar o seu ingresso nesse cenário, incentivando-o a ter uma carreira na música pesada, seja como músico instrumentista, vocalista ou ainda produtor musical.

O projeto surgiu quando a fotógrafa Indy Lopes captou algumas imagens de um músico negro atuante no cenário da música underground em Porto Alegre para compor seu portfólio. Após o ensaio, juntamente com alguns amigos, surgiu a ideia de realizar um ensaio fotográfico somente com músicos negros atuantes na cena Heavy Metal e transformar este material em uma exposição de Artes Visuais.

Essa simples sugestão, inicialmente despretensiosa, deu espaço para vários questionamentos quanto à participação dos negros nesse estilo musical e permitiu vislumbrar a criação de um projeto cultural com a intenção de enaltecer sua maior participação no mundo da música pesada, proporcionando reflexões e diálogos que levem à sua representatividade.

Coletivo L.I.V.R.E | Os responsáveis pelo Projeto
Diante desta iniciativa, um grupo de amigos profissionais das artes, como da Fotografia, Cinema, Publicidade, Produção Cultural e da Música, formaram o coletivo L.I.V.R.E., que está dando voz ao projeto, elevando o questionamento desta falta de representatividade cultural e étnica no metal.
Com estes porquês, o projeto visa desmistificar o pensamento de muitas pessoas que insistem em apontar a distinção entre etnia, gênero ou condição social quando se trata da apropriação das Artes, especialmente no Heavy Metal, que é o mote deste projeto.

O Projeto Preto no Metal tem como idealizadores e responsáveis Indy Lopes, Dênis Lapuente e Lohy Silveira.

Saiba mais sobre o coletivo na pagina do Facebook:
https://www.facebook.com/pretonometal/

Fonte: Domini Inferi Prods
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.