Broken & Boned: guitarrista fala sobre 'Peaceless/Hopeless' do álbum 'Hypocrisy Hymns'


O álbum ‘Hypocrisy Hymns’ lançado pela Broken & Boned em 2018, possui oito faixas de cair o queixo pelo peso dos riffs, clima melódico e fúria nos vocais. A Brauna Music Press – Comunicação Musical homenageia este álbum pelo que representa na cena nacional e na música como todo, pois inserções de groove, thrash e death metal contidas nele vão além de mera mistura no som extremo para ser uma verdadeira disciplina no estudo da música pesada.

Para isto, preparamos uma série de comentários sobre seus temas e este capítulo se inicia com o prelúdio ‘Peaceless/Hopeless’, que tem características distintas às demais faixas no quesito violência sonora, mas possui as passagens mais melódicas da obra por ser uma instrumental com arranjos e dedilhados envolventes. “Cara, eu sempre adorei trechos ‘cleans’. É uma coisa que me acompanha desde sempre, muito presente nas coisas que eu sempre ouço, porém, na época de criação e composição do disco estávamos numa ‘vibe’ um pouco mais direta, aquela vibe tipo ‘American Metal’ mesmo, na cara, sem muita firula”, revela Carlos Nava, guitarrista e um dos compositores da intro.

Marcos Saraiva, que produziu o álbum, teve participação direta na composição e partiu dele a proposta de pôr uma introdução no álbum. “Quando terminamos a gravação, o Saraiva sugeriu colocar uma introdução. Eu tenho um monte de composições nessa pegada, mais ‘clean’, então escolhi uma e mandei pra ele”, relembra.

A ideia original era criar uma melodia com samples, algo que pudesse ficar soturno, mas o produtor evoluiu a ideia para algo mais orgânico e não muito abstrato. “De início, era para ser algo feito em piano ou algum instrumento de ‘plug in’, mas o Saraiva curtiu tanto que resolveu gravar ‘a vero’ os violões, resultando naquela intro muito trampada, porque ele também inseriu muita coisa diferente no arranjo”, relata.

A experiência com Marcos resultou numa amizade construtiva e os frutos dessa convivência se multiplicaram pelo álbum. “O Saraiva é um cara realmente diferenciado, uma mente inquieta, o que acabou resultando numa boa sintonia comigo. A gente passou muito tempo em estúdio e criamos muita coisa para o disco após várias horas de papo furado e viagens aleatórias (risos)”, brinca Nava e continua, “Outros trechos que têm influência direta do Saraiva e das nossas ‘viagens’ podem ser conferidos em outras músicas”, encerra.


Broken & Boned é completada por Rômulo Portela (vocal), Marcelo Marshall (guitarras), Lúcio de Paula (baixo) e André Cecim (bateria).

Confira no link a introdução ‘Peaceless/Hopeless: https://www.youtube.com/watch?v=9Z_r8fc0I4Q

Confira o álbum “Hypocrisy Hymns” pelas plataformas de streaming:
Spotify: https://open.spotify.com/embed/artist/6O3qktvFAHe25V7pYErdRy
Deezer: https://www.deezer.com/en/album/54110582
Google Play: https://play.google.com/store/music/album/Broken_Boned_Hypocrisy_Hymns?id=Bssiifnl5umsllqhqya2b42ldnu&hl=en&fbclid=IwAR2TKokORKSBLYKYe449sTU7kaUoVQH8i6IMsWXiIkQgEBdBYXEpf2olc0U
iTunes/Apple Music: https://itunes.apple.com/br/album/hypocrisy-hymns/1329754804

Contato para shows: brokenbonedmetal@gmail.com
Lúcio de Paula: (94) 9.8160.8464
André Souza: (94) 9.9177.1131

Redes Sociais:
www.facebook.com/BrokenBonedMetal
www.instagram.com/brokenbonedmetal

Assessoria de Imprensa:
www.braunamusicpress.com
www.facebook.com/braunamusicpress
www.instagram.com/bmusicpress
www.twitter.com/BMP_Assessoria

Fonte: Brauna Music Press
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.