Immortal - “Northern Chaos Gods” (Noruega) (Álbum) (Nacional - 2018) (Shinigami Records/Nuclear Blast) - CANGAÇO RÁDIO ROCK

Immortal - “Northern Chaos Gods” (Noruega) (Álbum) (Nacional - 2018) (Shinigami Records/Nuclear Blast)


Sempre que uma banda clássica muda de vocalista surge várias dúvidas em relação à nova formação, já que no histórico já tivemos boas e péssimas substituições. E quando o vocalista em questão em um ícone e um dos membros fundadores? Ai que fica tenso! Pois bem, todas as curiosidades em relação à saída do Abbath foram finalmente acalentadas com o mais novo álbum intitulado “Northern Chaos Gods”(2018), o álbum é simplesmente uma obra de arte e bem melhor trampado que o último, por exemplo, e em relação ao vocal não tem o que reclamar, pois Demonaz segue uma linha parecida com a de Abbath, só que mais agressivo e ríspido.

A faixa título foi a primeira a vê o sol (lançada inicialmente nas mídias) e posso dizer que é uma das mais agressivas do disco, a lá o velho Immortal, não tem como não mencionar o trampo das guitarras também, já que essa substituição mexeu também nesse posto, e o vocalista/guitarrista(também um dos membros fundadores) carrega no sangue o espírito da banda soando na mesma linha dos discos anteriores. Aqui não tem destaque, todas são igualmente essenciais para entender essa nova fase da banda. Depois do terremoto que é a faixa de abertura(faixa título) vem “Into Battle Ride” igualmente nervosa; “Gates to Blashyrkh” é mais suave, com ótimas frases e arranjos, contrastando a rispidez das guitarras distorcidas com uns encaixes com a guitarra limpa; “Grim and Dark” intercala partes ríspidas com o cadenciado; “Called to Ice” é simples e com uma pegada mais calma; “Where Mountains Rise” é bem trabalhada(também segue uma linha mais light) e uma das mais fodas do disco; em “Blacker of Worlds” a agressividade volta a imperar, e destaco o ótimo trabalho na guitarra e bateria; pra encerrar vamos de “Mighty Ravendark”, que com seus mais de 09 minutos de duração fazem desse som se tornar mais um marco do disco: cadenciada, riffs densos, baixo presente, bateria massacrante e vocal foda... Vou me conter nos comentários, esse som precisa ser apreciado!

Mistério desvendado, isso é Immortal! Disco grandioso que deve figurar entre os melhores lançamentos do ano, não tenho dúvida. O disco tá sendo distribuído no Brasil pela Nuclear Blast Brasil e Shinnigami Records, logo não tá difícil de encontrar e pra finalizar, volto a afirmar que o Immortal que conhecemos continua firme e “Northern Chaos Gods” é a prova viva.


Músicas:
1. Northern Chaos Gods
2. Into Battle Ride
3. Gates to Blashyrkh
4. Grim and Dark
5. Called to Ice
6. Where Mountains Rise
7. Blacker of Worlds
8. Mighty Ravendark


Integrantes:
Demonaz (Vocal/guitarra)
Horgh (Bateria)

Acompanhe o Immortal através das redes:
www.immortalofficial.com/
www.facebook.com/immortalofficial
www.instagram.com/immortalofficial/

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.