Hate Embrace - “Revoluções” (Recife/PE) (EP) (Nacional - 2018) (Independente) - CANGAÇO RÁDIO ROCK

Hate Embrace - “Revoluções” (Recife/PE) (EP) (Nacional - 2018) (Independente)


Sou suspeito em falar dessa banda, já que a acompanho desde o início, acompanhei a evolução de 10 anos de banda, evolução em todos os sentidos, já que os caras sempre buscam inovações e isso só tem a engrandecer ainda mais o metal nacional. E por falar em evolução os pernambucanos cabras da peste atacam mais uma vez com um ep que surpreende bastante, o material intitulado “Revoluções” traz três faixas que narram algumas das batalhas envolvendo Pernambuco na época do Brasil Império, são relatos com muita riqueza de detalhes que aliado a sonoridade agressiva nos dão uma ideia do quantos esses acontecimentos foram massacrantes. E por falar em sonoridade, não posso deixar de mencionar que a banda continua bastante criativa também nesse quesito, o death metal continua visceral e os encaixes de teclado ainda mais marcantes.

Começando com “Guerra no Nordeste do Brasil” que narra as duas batalhas ocorridas no Monte Guararapes, sendo episódios decisivos para pôr fim às invasões holandesas no Brasil durante o século XVII; sonoramente traz um som nos moldes do que a banda já vem fazendo com destaque para o refrão que é daqueles que ao vivo vai colocar todos para vociferar, ótimas melodias e belos arranjos, vai de partes agressivas a arranjos melancólicos, graças ao clima tenso do teclado. “Á Coroa Tudo, Ao Povo Nada” começa com riffs palhetados a lá thrash metal e logo depois já cai num clima soturno e maçante que acabou por se tornar um ponto alto da canção, mais um som bastante variado e com ótimas melodias; a temática conta a crise econômica que se instaurou no Brasil devido à vinda da família real para o Rio de Janeiro no ano de 1808. Por fim temos “Setembrizada” que começa tensa, mas logo mostra sua agressividade se tornando a mais direta do ep (apesar de conter algumas variações), mais uma que traz partes marcantes e imponentes que ao vivo será um verdadeiro caos; “Setembrizada” foi uma revolta ocorrida no mês de setembro de 1831, pouco tempo após a renúncia de Dom Pedro I.

Ultimamente o Brasil vive uma onda de bandas que se propuseram em disseminar nossa cultura e nossa história, mostrando que heavy metal e cultura tem tudo a ver. O Hate Embrace desde o álbum Sertão Saga(onde narra as histórias do herói/ vilão Lampião) trilha por esse caminho e com esse ep já mostraram que pretendem continuar nessa linhagem. O material tá com uma produção sonora ótima assim como a arte de capa que se mostra uma verdadeira obra de arte, feita pelo baterista Ricardo Necrogod. Material mais que necessário a todos os que apreciam o heavy metal não apenas pela sonoridade, mas também pela temática.


Músicas
1. Guerra no Nordeste do Brasil
2. Á Coroa Tudo, Ao Povo Nada
3. Setembrizada


Integrantes:
George Queiroz (voz)
João Paulo Araújo (guitarra/voz)
Aldo Vilar (baixo/voz)
Vinicius Campos (teclado/voz)
Ricardo Necrogod (bateria/voz)

Acompanhe a Hate Embrace através das redes:
www.soundcloud.com/hate-embrace
www.facebook.com/HateEmbrace.BR/
www.youtube.com/channel/UCtZJ62j1Qpn3w6dFp-DtwkA

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.