Gods & Punks repercute sucesso do debut Into the Dunes of Doom

Foto: Victor Mancebo​


Apenas um mês após lançado em serviços de streaming e em formato físico (CD), “Into the Dunes of Doom”, o primeiro full length do Gods & Punks, recebeu somente críticas positivas da mídia brasileira e estrangeira, que destacaram principalmente a capacidade da banda carioca em apresentar composições que fundiram com precisão os gêneros stoner, doom e progressivo a partir de andamentos bem sacados e muitos riffs. As músicas do disco também funcionaram ao vivo e a repercussão veio na mini turnê realizada entre os meses de outubro e início de novembro.


Unânime quanto à relevância do trabalho do Gods & Punks na ainda em formação cena stoner nacional, as resenhas divergiram, no entanto, sobre os destaques do álbum. “Achei muito legal que o pessoal diversificou ao apontar as suas músicas favoritas. Ouvi todas sendo apontadas como favoritas em algum momento. A receptividade foi muito melhor do que a gente esperava, tanto em resenhas quanto opiniões de pessoas que ouvimos”, comenta o vocalista Ale Canhetti.

A volta aos palcos com material novo também promoveu sentimentos exaltados à banda, que é completada por Pedro Canhetti, Rafael Daltro (guitarra), Danilo Oliveira (baixo) e Arthur Rodrigues (bateria). “Agendar a mini turnê do disco foi muito mais trabalhoso que gravar ele. Foi muito bom tocar as músicas pro pessoal, elas foram super bem recebidas e nossos melhores shows foram nesse tempo”, destaca o vocal.

Na opinião de Canhetti, a música de "Into the Dunes of Doom" que melhor funciona ao vivo é “Subatomic Wormhole”. “O peso dela ao vivo é outra coisa. Em termos de contagiar o público, acho que seria ‘Mushroom Cloud’. Quando a gente toca Mushroom, eu costumo sair do palco e falar com o pessoal, beber uma água etc., e eu sempre fico observando as pessoas nesse momento, e vejo elas bem animadas”.

O entusiasmo do sucesso imediato de "Into the Dunes of Doom", disponível em CD e online pelo esforço da banda junto às gravadoras Abraxas, Dinamite Records e Red House (Chile), animou o quinteto a já pensar em novas composições, e consequentemente, um novo álbum que deve trazer novas referências musicais ao stoner progressivo.  “O plano é lançar o próximo disco no primeiro semestre do ano que vem. Já começamos a compor e queremos fazer algo diferente. Dunes teve muito prog, muito stoner. Vamos pegar o núcleo do nosso som, que a gente apresentou no EP, e misturar com outras influências tipo doom, thrash, space etc. A gente não quer deixar a bola cair, além disso, nos divertimos muito compondo”, enfatiza Canhetti.

Gods & Punks - Into the Dunes of Doom (Abraxas/Red House/Dinamite Rec.)

Ouça aqui: https://onerpm.lnk.to/GodsAndP unks


1. Dunes of Doom (05:31)
2. Civilization (06:59)
3. Rise from the Sand (00:54)
4. Signs of Life (03:57)
5. Mushroom Cloud (04:16)
6. Subatomic Wormhole (06:03)
7. The Encounter (14:01)

Todas as músicas compostas por Gods & Punks 
Todas as letras escritas por Alexandre Canhetti 
Mixado por Arthur Rodrigues 
Masterizado por Andre Leal e Kleber Mariano no Estúdio Jukebox 
Gravado ao vivo no Estúdio MATA (RJ) em 29 e 30 de julho de 2017

FonteTedesco Comunicação & Mídia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.