Impiedoso - “Reign in Darkness” (Jaraguá do Sul/SC) (Álbum) (Nacional - 2017) (Violent Records, Sangue Frio Records, Brutal Wear)


Horda com quase 20 anos de formação, mas poucos materiais lançados, 03 demos e um full pra ser mais exato, full esse que foi recém-lançado e mostra que a horda não tá morta, muito pelo contrário, tá bem viva e blasfema como nunca. Os catarinenses detonam em 10 faixas (sendo uma intro) com um black metal ríspido e cru mas que alterna com partes mais trabalhadas, cadenciadas e tudo envolto a uma atmosfera fudida. Faixas longas e faixas curtas e nas letras eles mesclam entre o inglês e o português. 

“Pelas Desgraças de Deus”, “Impiedoso”, “Master Of Darkness”, são ríspidas e com poucas variações; “Domination”,“Eu Vejo o Fim” e “Liberty To Satan” são calcadas no cadenciado e conseguem envolver o ouvinte numa atmosfera malígna; e “Fire”, “Demônio da Sedução” e “Under The Moon’s Domain” (essa última com quase 12 minutos de duração) variam muito entre partes mais rápidas e cadenciadas. Mas independente dessas características cada uma carregam sua particularidade.

A produção no geral tá de bom grado, senti o baixo um pouco alto (eis um trocadilho rsrs), não sei se proposital ou não, a presença do teclado contribuiu e muito para que a sonoridade ficasse com uma áurea fúnebre e sombria e a arte de capa é literalmente uma obra de arte onde expressa bem o propósito da horda. Enfim, uma agradável surpresa conhecer essa horda que faz black metal como tem que ser: sombrio, blasfemo e ríspido!



Músicas:
1. The Sleep of Satan
2. Pelas Desgraças de Deus
3. Domination
4. Eu Vejo o Fim
5. Liberty to Satan
6. Impiedoso
7. Fire
8. Master of Darkness
9. Demônio da Sedução
10. Under the Moon’s Domain


Integrantes:
Azoth (Vocais)
Mortuum (Guitarras, teclados, backing vocals)
Jagar (Guitarras)
Nahash (Baixo)
Aldebaran (Bateria)

Acompanhe o Impiedoso através das redes:
www.impiedoso.com/
www.impiedoso.bandcamp.com/
www.facebook.com/ImpiedosoHorde/
www.youtube.com/channel/UCWNSPF2SR1GWRi8UOZIC1Kg
Sangue Frio Produções (Assessoria de Imprensa)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.