H.E.A.T: confira track-by-track do novo álbum de estúdio “Into The Great Unknown”


Enquanto aguardamos o lançamento em terras tupiniquins do novo e quinto álbum dos suecos de H.E.A.T intitulado “Into The Great Unknown”, conheça mais do álbum através das palavras do vocalista Erik Grönwall que falou sobre cada uma das músicas que compõem o trabalho:

Do You Want It?
O que você quer, cara?! Não sei por onde começar. É sobre sexo. Sexo ruim. Vamos apenas dizer que um certo engenheiro de som de um determinado estúdio da Tailândia acabou a pé com os meninos de H.E.A.T numa rua de Pattaya. Aparentemente, o diabo criou esse lugar para nos inspirar para esta música e somos gratos por isso.

Eye Of The Storm
Em um tornado há um local muito traiçoeiro, após o vento inicial... enquanto que o centro é aparentemente calmo, parado e seguro. Isso sempre é temporário e o que acontece a seguir é a parte mais forte e perigosa da tempestade. É o que acontece frequentemente nos relacionamentos. Essa calma é uma pegadinha para as pessoas tomarem um respiro e baixar a guarda. Então os ventos da emoção atingem de novo e ainda mais fortes.

Time On Our Side
É uma música sobre um relacionamento no qual você perdeu algo ao longo dos anos e isso se torna cada vez mais difícil de suportar. Na letra, você está implorando a sua contraparte para ter fé e paciência com a promessa de que você fará tudo o que estiver ao seu alcance para estar tudo bem novamente.

Bastard Of Society
É uma música sobre não seguir o sistema, por exemplo: você vai para a escola, estuda muito, obtém boas notas para conseguir um trabalho bom e seguro, você pega um empréstimo para comprar uma casa grande, um carro novo, mas você nunca para e analisa o que você está perdendo. Você está perdendo o seu tempo, das 8h às 17h, em um trabalho que talvez você nem goste. Esse é o sistema que nos ensinam a seguir na escola e é uma vida que eu não gosto. Eu quero acordar todos os dias da minha vida e fazer o que quiser com o meu tempo e é o que eu faço. Então, acho que sou um bastardo da sociedade [risos]” 

Shit City
No final de 2015, no ápice da nossa carreira, nós decidimos não fazer shows até que o novo álbum fosse lançado, para concentrar-nos totalmente na composição. De fato, o nosso último show foi em Tóquio em setembro de 2015. ‘Shit City’ é uma metáfora para o inesperado lugar em que H.E.A.T. acabou ao pouco tempo de começar o processo de composição. Trabalhar principalmente atrás dos bastidores, era algo novo para a banda que lentamente ia desaparecendo dos holofotes enquanto que outras bandas continuavam brilhando. Eu acho que isso nos afetou mais do que esperávamos. Então recebemos uma intimação para sair da sala de ensaios em 24 horas. Até que conseguimos um novo local bastante rápido, mas houve um problema no encanamento que molhou todos os nossos equipamentos apenas alguns dias depois de mudar-nos. Pouco depois, o ex guitarrista Eric Rivers deixou a banda. ‘Shit City’ é como uma mistura de uma versão moderna de ‘Welcome to the Jungle’ de Guns n’ Roses e ‘We’re Not Gonna Take It’ de Twisted Sister. Foi o nosso jeito de falar: ‘Que merda está acontecendo, nós não merecemos isto!’. Esta situação inspirou a música e ela nos inspirou, o que lentamente fez as coisas dar uma volta para melhor e ‘Into The Great Unknown’ começou a tomar forma. Eu acho que nós construímos o conceito do álbum em torno da música ‘Into The Great Unknown’ que é uma música sobre o que está acontecendo no mundo com a corrida espacial, a discussão sobre os seres humanos se tornando uma espécie multi-planetária etc.”

Best Of The Broken
Esta música está baseada na citação de: ‘O negócio da música é uma cruel e superficial trincheira de dinheiro, um longo corredor artificial onde ladrões e proxenetas correm livres e bons homens morrem como cães, também á um lado negativo’. Isso é tudo o que vou falar sobre essa música.

Depois de um ano e meio de um intenso processo de composição, com o guitarrista Dave Dalone (também conhecido como Sky Davis) de volta à banda, os suecos viajaram para Tailândia com o objetivo de gravar um novo álbum ao lado do premiado produtor sueco Tobias Lindell. Com 10 músicas prontas, a banda entrou nos estúdios Karma Sound nos arredores de Bangkok para gravar “Into The Great Unknown”. E mais uma vez, H.E.A.T continua o seu caminho musical com um rock melódico inovador e altamente explosivo.

A banda não esconde seu amor pelos heróis do Rock Clássico, como Foreigner, Journey e Whitesnake, porém não tenta copiá-los. H.E.A.T é o guia que irá levar o estilo para o futuro. Eles são jovens, ambiciosos e cheios de energia e ideias.  

A capa do álbum mais uma vez foi criada pelo artista russo Vitaly S. Alexius e inspirada pelo espaço sideral, local ainda desconhecido para o homem.

Assista ao Lyric Video para a música ‘Time On Our Side’ que faz parte do álbum.

“Into The Great Unknown” será lançado no Brasil via Shinigami Records/earMusic

Em breve mais novidades.

Fonte: Shinigami Records

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.