Warfield Death: Dissecando o álbum “Sucumbindo ao Medo” em entrevista ao Odicelaf Webzine


Visando divulgar ainda mais o seu debut álbum, “Sucumbindo ao Medo”, a banda sergipana de Death Metal WARFIELD DEATH foi destaque no blog Odicelaf Webzine, onde concedeu uma entrevista para o mesmo.

Em um bate papo, conduzido por Adauto Dantas, o vocalista Marcos Paulo “Viking” falou, dentre outros assuntos, sobre os oito anos do grupo, mudanças na formação, cena do metal em Sergipe e aproveitou para dissecar o supracitado trabalho, comentando um pouco da sua visão faixa a faixa, confira:

“‘Brutal’, trata da história de um soldado que de maneira reversa apresenta sua vida em um campo de batalha, e o mesmo percebe toda a manipulação e a falta de motivos reais para dedicar a sua vida àquela causa, e demonstrando todo o seu ódio e insatisfação aos que o enganaram e o puseram ali.
‘Vingança Infernal’, fala da realidade de que algum dia qualquer um de nós sente, ou sentiu. Destacando o sedento desejo de vingança e as formas com o que o personagem na música pretende chegar a essa finalidade com seu desafeto.
Sucumbindo ao medo’, tem a depressão, o suicídio, a falta de esperança na vida como pontos centrais. A vida do personagem é um misto de declínio, desilusão e dor por não conseguir continuar a viver.
Mãos Fechadas para a injustiça’, fala sobre temas que nos deixam barbarizados. Como todas as coisas ruins que correm no mundo e quantas pessoas que são suscetíveis ao sofrimento por conta de regimes políticos, e outros que por dedicar sua vida a causas nobres e que no final nem ao menos foram reconhecidos, pois o que prospera no mundo: é a covardia, a miséria e o extermínio por motivos banais.
Sangue Derramado’, a música é uma série de fatos narrados sobre carnificinas, guerras e lideres canalhas que se aproveitam do poder para realizar seus desejos sádicos.
‘Mercadores da Morte’, trata de guerras, mas também de autorias e de responsabilidade dos que a produzem e dos que as abastecem, e nela cobramos a dívida pelos crimes praticados por eles contra a humanidade.
Uma Festa Que Acaba Em Funeral’, utiliza como tema central as festas de rua, os carnavais e qualquer outra denominação para esse tipo de reunião que provoca mortes, violência e que não agrega valores nenhum para o povo.”

Confira a entrevista completa aqui: http://odicelaf.blogspot.com.br/2017/05/entrevista-warfield-death.html

Ouça “Sucumbindo ao Medo” no Spotify: https://open.spotify.com/album/3b2bsPRc1V274oGR5l9wCh

Em outras notícias, o WARFIELD DEATH se apresenta neste final de semana (17/06/2017), no “Junino Flames”, o evento acontecerá em Aracaju/SE e contará com as bandas Tribal Engine, Facing Your Faces e Porco Aranha.

Cartaz completo: https://goo.gl/IdCRQ2

Link do evento no Facebook para mais informações: https://www.facebook.com/events/1892937807647721/ 

Contato para shows e assessoria: http://www.sanguefrioproducoes.com/contato 

Sites relacionados:
https://www.facebook.com/WarfieldDeath/
http://www.sanguefrioproducoes.com/bandas/WarfieldDeath/49

Fonte: Sangue Frio Produções

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.