Rebaelliun - "The Hell's Decrees" (Porto Alegre - RS) (CD) (2016) (Importado)


Os carniceiros do Rebaelliun estão de volta depois de 13 anos de hiato, e para celebrar essa volta já soltam um full com inéditas que simplesmente arregaçam. Bem, falar dessa banda é tarefa fácil para quem acompanhou seus anos de glória em meio ao underground. Foram 04 anos intensos em que foram lançados 01 demo, 02 eps e 02 full-lenghts; e o legado desse pequeno período foi uma brutalidade simplesmente arregaçadora que atingiu aos death maníacos em cheio com doses cavalares do mais puro e bruto metal da morte. Mas em 2015 eis que surgiu a volta desse quarteto para a felicidade de muitos, com a mesma formação da separação em 2002, em 2016 já atacam com “The Hell’s Decrees”. Nesse novo trabalho vemos um Rebaelliun mais polido, mais técnico, o que ao meu ver foi uma evolução natural, mas calma, os caras ainda mandam ver no brutal de sempre com Sandro Moreira destruindo seu kit como de costume;  Lohy Fabiano com os vocais cavernosos e as bases de baixo acentuadas de sempre; e Fabiano Penna e Ronaldo Lima soando de forma estridente com riffs ultra inspirados e solos afiadíssimos.
O álbum veio com 08 faixas que na verdade são 08 pedradas na cabeça no porco nazareno e seus seguidores. Abrindo temos a violenta “Affronting The Gods” que possui um andamento rápido e um refrão fuderoso; a seguir vemos de “Legion”, essa que foi a primeira a ser divulgada com um lyric vídeo no youtube, e aqui a formula é a mesma da anterior contando com ótimos arranjos  e solos afiados; “The Path Of The Wolf” tem um andamento mais rápido, apesar de algumas bases cadenciadas, me fez lembrar ataques do passado, o que mostra que a banda não perdeu o antigo feeling; Adiante com “Fire and Brimstone” tem um andamento cadenciado e um ótimo trabalho das guitarras que soam num entrosamento estupendo; “Dawn Of Mayhem” é outro ataque violento com uma bateria que mostra toda sua técnica e brutalidade; a próxima tem um andamento que faz o ouvinte bater cabeça sem parar, se chama “Rabaelliun”, é uma cadencia com muita técnica e muito entrosamento por partes das guitarras e a cozinha; “Crush The Cross” é outra que segue a linha que é a marca dessa banda, violenta e segura onde todos os instrumentos caminha lado a lado com muita técnica; e para encerrar temos “Anarchy(The Hell’s Decrees Manifesto)”que mantem uma diversidade  no decorrer e é impossível não perceber os bumbos da bateria que se destacam em meio a avalanche, que conta também com ótimos solos além de riffs e bases inspiradas. Até que os altos falantes param mas os ouvidos continuam querendo mais e nada mais justo do que ouvir esse petardo mais uma vez.
Bem, aqui está o Rebaelliun mais vez detonando com todas as estruturas da cena brutal death metal. E mais uma vez os caras se fazem indispensáveis com um álbum que veio para marcar e somar junto as inúmeras outras bandas que batalham para fazer com que os fãs do metal extremo continuem se deliciando. Salvem o metal da morte!!!

Assista o Lyric Video de "Legion":



Músicas:
1. Affronting the Gods
2. Legion
3. The Path of the Wolf
4. Fire and Brimstone
5. Dawn of Mayhem
6. Rebellion
7. Crush the Cross
8. Anarchy (The Hell’s Decrees Manifesto)

Integrantes:
Lohy Fabiano (Vocais, baixo)
Ronaldo Lima (Guitarras)
Fabiano Penna (Guitarras)
Sandro Moreira (Bateria)

Acompanhe Rebaelliun através das redes:
https://www.facebook.com/Rebaelliun
https://twitter.com/rebaelliunband
https://www.youtube.com/user/burnthepromisedland

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.