Desdominus - "Uncreation" (Americana - SP) (CD) (2015)


Desdominus é uma banda que não tem o reconhecimento que merece, assim como muitas outras pérolas presentes no cenário nacional, e apesar disso segue firme e forte perante tanto tempo de estrada(desde 1993 pra ser mais exato) ainda assim com todos os contratempos trilham com muita garra, fúria e um espírito brutal na arte de fazer metal extremo. A discografia da banda não é extensa, apesar de todos esses anos na ativa, contando apenas com 03 demos e 03 full-lenghts, e é sobre o lançamento mais recente (2015) e intitulado “Uncreation” que irei comentar nas próximas linhas. O som feito por Willian Gonsalves, guitarra; Rafael de Faria, baixo; Ney Paulino, bateria; e Paolo Bruno, vocal e guitarra é muito abrangente para intitular como sendo black ou death metal. Aqui é possível sentir muito mais influências permitindo que o som soasse muito abrangente e amplo e isso é culpa dos músicos que buscaram inspirações no mais profundo sentimento e transformando em ataques brutais com arranjos e melodias que são o diferencial nessa banda. As guitarras fizeram um trabalho que é impossível não se arrepiar com tamanha perfeição, são riffs variados que ora cavalgam nas palhetadas, ora são cadenciados, ora arrastados e ainda por cima muitos andamentos melódicos, sem contar os ótimos duetos. O vocal de Paolo Bruno é rasgado/gritado e encaixou super bem na proposta sendo que tem alguns momentos com vocal limpo. Quanto a cozinha o que tenho a dizer é que executam em seus postos com maestria e assim incrementando na alma dos ataques uma áurea magistral. Impossível apertar o play e não se impressionar com a técnica e a brutalidade do insano Ney Paulino, esse cara é um monstro. O full contém 10 faixas sendo que 02 são instrumentais; quanto aos ataques, o que posso dizer é que são uma mescla de brutalidade com técnica e é praticamente impossível citar esse ou aquele como destaque mas mesmo assim irei me arriscar nessa difícil tarefa. O disco abre com “Certo e Convicto” que tem uma letra fantástica e vociferada é português; “Erase the God Within”, bem variada e com vários andamentos; outra paulada nas costelas é “Cathedra” que segue uma linha mais thrash; “Waves Collide” se diferencia pelo leva cadenciada e com um clima misterioso na metade da música. O disco ainda conta com “Uncreation”, “Sacred Scrolls of Holy Lies”, “Inner Elevation”, “Beyond the Allowed” e as instrumentais que são intituladas como “Introspection” e “Sublimation”. Bem, esse play é muito amplo em termos de musicalidade extrema e as poucas que destaquei foi apenas para o leitor/ouvinte ter uma base mas que certamente se surpreenderá com todo o disco que também comporta com uma bela arte de capa.

Oriundos de Americana(SP), a Desdominus conseguiu em 2015 lançar um dos melhores álbuns do ano e isso não é tarefa fácil de alcançar diante de uma cena tão movimentada como a cena metal. Então diante de tais circunstâncias, nada melhor do que se deliciar com esse puta álbum que além de tudo é “made in brazil” e isso enche de orgulho qualquer headbanguer que apoia nosso tão glorioso cenário. Altamente recomendado!!!

Resenhado Por: Deivison Ferreira.

Assista o Video de "Certo e Convicto":



Músicas:

1. Certo e Convicto
2. Erase the God Within
3. Uncreation
4. Sacred Scrolls of Holy Lies
5. Cathedra
6. Introspection (Instrumental)
7. Inner Elevation
8. Waves Collide
9. Beyond The Allowed
10. Sublimation (Instrumental)

Integrantes:

Paolo Bruno (Vocais, guitarras)
Wilian Gonsalves (Guitarras)
Rafael Faria (Baixo)
Ney Paulino (Bateria)

Acompanhe DESDOMINUS através das redes:
https://www.facebook.com/desdominus
https://www.youtube.com/channel/UCV2Wrk7TvMHWCAlATfLwLdw
E-mail para contato: desdominus_desdominus@hotmail.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.