Chaos Synopsis – "Seasons in Red" (CD) (2015)


O metal nacional nunca perdeu em nada para o metal oriundo da gringa visto que temos bandas tão boas e até melhores e uma prova disso é esse mais recente material da Chaos Synopsis que é oriunda de São José Dos Campos(SP) e chega a seu terceiro full lenght intitulado "Seasons Of Red". Não conhecia muito bem o trabalho dos caras(por consequência das inúmeras bandas que temos muitas delas passam despercebidas) e devido aos inúmeros comentários positivos que vi a respeito desse ultimo lançamento resolvi pegá-lo. As boas impressões já começaram quando folheei o encarte pois foi ai que entendi o título do álbum visto que a temática foi toda feita baseada em massacres ocorridos na história da humanidade. Ao colocar a bolacha no play surge uma pequena introdução com guitarras acústicas e sons de castanholas que antecede a tsunami de sangue em forma de thrash/death metal para headbanger nenhum botar defeito. "Burn Like Hell" surge com um instrumental empolgante e quando surge o vocal é que o massacre se completa e a partir daí começa a escorrer sangue pelos altos falantes, puta ataque que te faz banguear sem parar enquanto narra o massacre do tribunal do santo ofício na época da inquisição; a segunda faixa se chama "Gods Upon Mankind" que aborda sobre os faraós e as pessoas escravizadas por eles e para complementar ainda mais a temática ainda tem uns elementos orientais o que deixou ainda mais poderoso o som além do refrão que te faz vociferar junto com a banda; seguindo temos "The Scourge Of God" que tem um início brutal seguido de uma quebrada mas que mantém a essência da banda mesmo com uns elementos que lembra algo regional, essa que aborda a invasão sofrida pelo império romano por Átilla o huno; logo a devastação continua com "Red Terror" que tem um andamento mais thrash com o pedal duplo massacrando do início ao fim e para complementar aborda os bolsheviques e a opressão no regime soviético em 1918; adiante vem "Brave New Gold" que relata o massacre que o império Inca sofreu pelo espanhol Francisco Pizarro e essa começa com um riff na linha tradicional e logo desbanda para um som esmagador em que a bateria segue destruindo; "Incident 228" já começa destruidora com riffs inspiradores e seguidos de marteladas thrash ao longo de toda a música, a temática é mais uma que aborda tema político dessa vez é o partido nacionalista chinês Kuomitang; a thrash "State Of Blood" é mais uma que tem uma pegada tradicional, com umas quebradas e o baixo dando uma pitada a mais de agressividade e agressividade também não falta nas letras que fala sobre o ditador de Uganda Idi Amim que tem em média 500 mil mortes em seu governo que durou entre 1971 a 1979 naquele país; na penúltima faixa do álbum que é "Like A Thousand Suns" temos o típico som da banda que é thrash/death de primeira linha e falando sobre Nero e sua perseguição aos cristãos; e para finalizar temos mais uma fudida ode ao caos intitulada "Four Corners Of The World" com uns riffs melódicos mas que não compromete em nada o som da banda, essa que relata as conquistas de Ciro, o grande e encerra com muito sangue derramado esse fudido artefato. 
Esse full é perfeito tanto no encarte que contém todas informações necessárias a respeito da banda e das letras, quanto no som que é um som moderno porém bem trabalhado onde todos os instrumentos são audíveis e todos esbanjam muita técnica. Certamente foi um dos melhores lançamentos de 2015 e além de tudo é uma verdadeira aula de história provando ainda mais que metal também é cultura!
Jairo Vaz (baixo e vocal), Friggi Madbeats(bateria), JP (guitarra) e Luiz Ferrari (guitarra) mostraram que o metal nacional anda lado a lado com as bandas de fora e nem é preciso recorrer a estúdios de fora para obter resultados satisfatórios já que temos bons estúdios e profissionais especializados na área em nosso país. Quem ainda não tem esse play tratem de correr atrás por que vale muito a pena.
Salvem o metal nacional... Valorizem nossa cena!!!
Resenhado Por: Deivison Ferreira.

Assista o vídeo de “The Scourge of God”:


Músicas:

01. Burn Like Hell
02. Gods Upon Mankind
03. The Scourge of God
04. Red Terror
05. Brave New Gold
06. Incident 228
07. State of Blood
08. Like a Thousand Suns
09. Four Corners of the World

Integrantes

Jairo (Baixo, Vocals)
JP (Guitarras)
Luiz Ferrari (Guitarras) 
Friggi (Bateria) 

Participações especiais:

Gledson Gonçalves – Darbuka em “Gods Upon Mankind”
Fábio Zperandio – Guitarra solo em “The Scourge of God”
Ítalo Junqueira – Guitarra solo 
Fabiano Penna – Arranjos de Samples em “Gods upon Mankind”

Acompanhe  Chaos Synopsis através das redes:

http://www.chaossynopsis.com/
https://www.facebook.com/chaossynopsisbr
http://www.youtube.com/user/chaossynopsis
http://www.twitter.com/chaossynopsis
http://www.myspace.com/chaossynopsisbr

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.